Afficher le menu
Information and comments (0)
<<   <   1, 2, 3, 4, ..., 6, 7, 8   >   >>

Igreja de Chaves

Maria_helena



Mahe passa na igreja para rezar e levar um presente para ornamentar a sua amada Igreja de Chaves.



Aproxima-se frente ao altar faz o sinal da cruz, ajoelha-se e comença a rezar o credo com devoção.

Eu acredito em Jah, o Altíssimo Todo-poderoso,
Criador do Céu e da Terra
Do Inferno e do Paraíso,
Juiz da nossa alma na hora da morte.
E em Aristóteles, seu profeta,
O filho de Nicomaque e de Phaetis,
Enviado para ensinar a sabedoria
E leis divinas do universo aos homens perdidos.

Eu também acredito em Christos,
Nascido de Maria e de Giosep.
Que dedicou sua vida para nos mostrar o caminho do Paraíso.
Assim, depois de ter sofrido sob Pontius,
Ele morreu em martírio para nos salvar.
Entrou para o Sol onde O aguardava Aristóteles à direita do Altíssimo.

Eu acredito na acção divina;
Na Santa Igreja Aristotélica Romana, Una e Indivisível;
Na comunhão dos santos;
Na remissão dos pecados
Na vida eterna.

ÁMEN


_________________

https://www.youtube.com/watch?v=J9yy31WyRbI
Nreis


Acabando de receber a notícia, NReis corre para a Igreja onde posta as notícias. Como nem todos sabem ler na povoação de Chaves, chama uns moços que por ali passam e transmite-lhes a mensagem, oferecendo-lhes uns cruzados para espalharem as notícias pela povoação.


Quote:


    Aos clérigos da Arquidiocese de Braga,
    Aos fieis da Arquidiocese de Braga,
    Aos peregrinos aristotélicos,


    Nós, Sua Eminência, Guido Henrique de Albuquerque, Cardeal Sufragâneo, Arcebispo Metropolitano de Braga, Conde de Vilar, fazemos saber da


    Cerimónia em honra a São Titus, Príncipe dos Apóstolos e fundador da Igreja Aristotélica que está a ocorrer na Catedral do Reino.
    Serve este anúncio como convite para a cerimónia. É muito importante que todos participem, como remédio para as almas aflictas e benefícios ainda maior para as almas em são estado.



      Ad Majorem Dei Gloriam.







    Sua Eminência Dom Guido Henrique de Albuquerque
    Cardeal-arcebispo de Braga
    Conde de Vilar Maior

Khloeh



Após uma longa viagem, Khloeh chega a Chaves e segue na direção da igreja. Ao entrar, dirigi-se para os primeiros bancos, ajoelha e reza agradecendo à Jah pela viagem tranquila e por todos que conheceu.

"Eu acredito em Jah, o Altíssimo Todo-poderoso,
Criador do Céu e da Terra
Do Inferno e do Paraíso,
Juiz da nossa alma na hora da morte.

E em Aristóteles, seu profeta,
O filho de Nicomaque e de Phaetis,
Enviado para ensinar a sabedoria
E leis divinas do universo aos homens perdidos.

Eu também acredito em Christos,
Nascido de Maria e de Giosep.
Que dedicou sua vida para nos mostrar o caminho do Paraíso.
Assim, depois de ter sofrido sob Pontius,
Ele morreu em martírio para nos salvar.
Entrou para o Sol onde O aguardava Aristóteles à direita do Altíssimo.

Eu acredito na acção divina;
Na Santa Igreja Aristotélica Romana, Una e Indivisível;
Na comunhão dos santos;
Na remissão dos pecados
Na vida eterna.
Amém."



_________________
Khloeh Sophie Miranda Carvalho
Baronesa da Fonte Nova, Baronete de Forjas e Metais Incadescentes

"Amar é sofrer um instante de saudade, é sentir um segundo de ciúmes, é viver um momento de paixão..."
Exército Real Português
Monsterguid
Quote:






    Carta aberta aos fieis e crentes da Arquidiocese


    Nós, Sua Eminência Dom Guido Henrique de Albuquerque (dito Monsterguid), diante de Jah e sob o olhar atento de Aristóteles, em nossa capacidade como Cardeal Sufragâneo, Arcebispo Metropolitano da arquidiocese de Braga e Conde de Vilar Maior, afirmamos e confirmamos que


    Toda necessidade de cerimónias religiosas que os fieis e os crentes desta povoação sentirem necessidade, que um responsável, familiar ou outro, entre em contacto directamente com este que vos escreve, por meio de missiva In Gratebus (IG). Há falta de clérigos em nossa Arquidiocese, portanto o serviço pastoral acaba, infelizmente, por ser prejudicado, porém não se faz inexistente.
    Assim que eu receber uma missiva, ou o quanto antes, designarei um clérigo para celebrar a cerimónia solicitada.

    As cerimónias são:

    Quote:
    Baptismo
    Matrimónio
    Ordenação
    Diaconização
    Coroação (apenas para Condes e Monarcas)
    Funeral
    Bênção de Barcos
    Missas Res Parendo (RP)


    Nestas últimas linhas, reforço a sentença sobre a necessidade de clérigos em nossa Arquidiocese!

    Se há fieis, ou mesmo se há crentes, que desejam exercer funções pastorais na Igreja Aristotélica, não deixem de entrar em contacto com este humilde servo que vos escreve, por missiva In Gratebus (IG). Se o desejo for verdadeiro, o(a) candidato(a) será direccionado(a) para o Seminário Menor de Viana do Castelo para iniciar os estudos e em breve receber o primeiro grau da ordenação, o diaconato.
    Para este primeiro grau ainda se há a possibilidade do matrimónio, que, caso ocorra, extingue a possibilidade de receber o segundo grau da ordem.
    O segundo grau consiste na ordenação, cuja possibilidade de matrimónio é extinta. Quem deseja ser ordenado Reverendo ou Madre, não pode contrair matrimónio, e se o contraiu anteriormente, precisa ser viúvo(a).

    Necessitamos de clérigos ordenados, tanto de Reverendos e Madres, quanto de diáconos e diaconisas, para a celebração de Missas In Gratebus (IG) , e de outras tantas cerimónias e funções religiosas nas povoações em Portugal assim como no trabalho com o Santo Padre em Roma.


    Ad Majorem Dei Gloriam


    Redigido em Chaves no dia XX do mês de setembro do ano de graça MCDLXII de Jah.



    Pelo conselho Arquidiocesano,
    Sua Eminência Dom Guido Henrique de Albuquerque,
    Cardeal Arcebispo de Braga.



























_________________

- Sua Eminência, Dom Guido Henrique de Albuquerque
- Cardeal arcebispo de Braga
- Conde de Vilar Maior
Khloeh



Khloeh entra na igreja para assistir a missa dominical, senta-se nas primeiras fileiras. Recebe a informação de que não haverá missa, começa então a rezar o credo.

"Eu acredito em Jah, o Altíssimo Todo-poderoso,
Criador do Céu e da Terra
Do Inferno e do Paraíso,
Juiz da nossa alma na hora da morte.

E em Aristóteles, seu profeta,
O filho de Nicomaque e de Phaetis,
Enviado para ensinar a sabedoria
E leis divinas do universo aos homens perdidos.

Eu também acredito em Christos,
Nascido de Maria e de Giosep.
Que dedicou sua vida para nos mostrar o caminho do Paraíso.
Assim, depois de ter sofrido sob Pontius,
Ele morreu em martírio para nos salvar.
Entrou para o Sol onde O aguardava Aristóteles à direita do Altíssimo.

Eu acredito na acção divina;
Na Santa Igreja Aristotélica Romana, Una e Indivisível;
Na comunhão dos santos;
Na remissão dos pecados
Na vida eterna.
Amém."



_________________
Khloeh Sophie Miranda Carvalho
Baronesa da Fonte Nova, Baronete de Forjas e Metais Incadescentes

"Amar é sofrer um instante de saudade, é sentir um segundo de ciúmes, é viver um momento de paixão..."
Exército Real Português
Khloeh
Khloeh Sophie entra na igreja, segue na direção do altar, ajoelha-se e começa a rezar:

"Eu acredito em Jah, o Altíssimo Todo-poderoso,
Criador do Céu e da Terra
Do Inferno e do Paraíso,
Juiz da nossa alma na hora da morte.

E em Aristóteles, seu profeta,
O filho de Nicomaque e de Phaetis,
Enviado para ensinar a sabedoria
E leis divinas do universo aos homens perdidos.

Eu também acredito em Christos,
Nascido de Maria e de Giosep.
Que dedicou sua vida para nos mostrar o caminho do Paraíso.
Assim, depois de ter sofrido sob Poncius,
Ele morreu em martírio para nos salvar.
Entrou para o Sol onde O aguardava Aristóteles à direita do Altíssimo.

Eu acredito na acção divina;
Na Santa Igreja Aristotélica Romana, Una e Indivisível;
Na comunhão dos santos;
Na remissão dos pecados
Na vida eterna.
Amém."

_________________
Khloeh Sophie Miranda Carvalho
Baronesa da Fonte Nova, Baronete de Forjas e Metais Incadescentes

"Amar é sofrer um instante de saudade, é sentir um segundo de ciúmes, é viver um momento de paixão..."
Exército Real Português
Petrus_miguel


Petrus entra na sacristia e deixa um pergaminho com um pedido:

Eu, petrus , gostaria de pedir a celebração de matrimonio, que seja feito pelo cardeal:

Noivos: Petrus e Khloeh

Padrinhos (noivo) Andre e Ava

Att. Petrus.

_________________

Petrus Miguel de Mello Highlander Silva
Chaves - Condado do Porto
Gwenhwyfar


Gwen entrou na Igreja, desconfortável na sua armadura. Sabia que não devia trazer armas para a casa de Jah, mas também sabia que no estado em que a guerra estava não podia baixar a guarda.

Pediu perdão a Jah, ajoelhou e começou a orar:

"Eu acredito em Jah, o Altíssimo Todo-poderoso,
Criador do Céu e da Terra
Do Inferno e do Paraíso,
Juiz da nossa alma na hora da morte.

E em Aristóteles, seu profeta,
O filho de Nicomaque e de Phaetis,
Enviado para ensinar a sabedoria
E leis divinas do universo aos homens perdidos.

Eu também acredito em Christos,
Nascido de Maria e de Giosep.
Que dedicou sua vida para nos mostrar o caminho do Paraíso.
Assim, depois de ter sofrido sob Poncius,
Ele morreu em martírio para nos salvar.
Entrou para o Sol onde O aguardava Aristóteles à direita do Altíssimo.

Eu acredito na acção divina;
Na Santa Igreja Aristotélica Romana, Una e Indivisível;
Na comunhão dos santos;
Na remissão dos pecados
Na vida eterna.
Amém."

_________________
Khloeh
Khloeh entra na igreja com um pergaminho nas mãos, e se dirige para a sacristia.

Deixa sobre a mesa o pergaminho, que consta escrito o seguinte:





Eu, Khloeh Sophie, venho pedir que o Cardeal Monsterguid realize a cerimônia do meu casamento com o Senhor Petrus_Miguel.

Data da cerimônia: 13/12/1462.

Padrinhos da noiva: Arcturis Highlander e Rosa.Lia Miranda



Sai da sacristia e vai na direção do altar, onde ajoelha e agradece a Jah por tudo.
_________________
Khloeh Sophie Miranda Carvalho
Baronesa da Fonte Nova, Baronete de Forjas e Metais Incadescentes

"Amar é sofrer um instante de saudade, é sentir um segundo de ciúmes, é viver um momento de paixão..."
Exército Real Português
Thegold


Thegold entra na sua velha igreja, repara que teve umas boas obras, ao pecorrer pela nave central, senta-se no banco da frente e fecha os olhos e relembra o movimentos que havia na igreja...passando algum tempo caminha ate ao altar ajoelha-se e reza pelo povo flaviense, onde outra hora foi sua terra e passou bons momentos.

_________________
Arcturis


Arcturis estava de regresso da sua padaria, quando de repente tem a sensação de ter visto passar uma figura conhecida, quer pelas vestes, como por toda a comitiva que o acompanhava no adro da Igreja..... decide aproximar-se....

- Olha, olha - diz boquiaberto -, se não é o meu desaparecido irmão!! - sorri enquanto se aproximava de Monsenhor Thegold.
- Por Jah, realmente já tinha ouvido rumores de que estarias por Chaves, mas pensei que fosse o demente do taverneiro a espalhar tremendo boato. Mas afinal, aqui estás - diz, Arcturis agitado, enquanto dava um valente abraço ao seu irmão.

- Já vi que estiveste lá dentro, que achaste da Igreja? Continua bonita, não é? Aqui em Chaves, tudo, ou quase tudo, permanece na mesma - comenta -, anda, vamos ali à taverna da Casa do Povo colocar a conversa em dia.

_________________
Arcturis Highlander
Anny


Anny entra na Igreja faz sinal da cruz, e parente o altar ajoelha-se e reza:

"Eu acredito em Jah, o Altíssimo Todo-poderoso,
Criador do Céu e da Terra
Do Inferno e do Paraíso,
Juiz da nossa alma na hora da morte.

E em Aristóteles, seu profeta,
O filho de Nicomaque e de Phaetis,
Enviado para ensinar a sabedoria
E leis divinas do universo aos homens perdidos.

Eu também acredito em Christos,
Nascido de Maria e de Giosep.
Que dedicou sua vida para nos mostrar o caminho do Paraíso.
Assim, depois de ter sofrido sob Poncius,
Ele morreu em martírio para nos salvar.
Entrou para o Sol onde O aguardava Aristóteles à direita do Altíssimo.

Eu acredito na acção divina;
Na Santa Igreja Aristotélica Romana, Una e Indivisível;
Na comunhão dos santos;
Na remissão dos pecados
Na vida eterna.
Amém.
Katharinna


Após um longa viagem de Braga até Chaves, Katharinna, sente uma saudade enorme de sua cidade e daqueles que lá deixou, quando resolver ir até a igreja agradecer por ter percorrido até agora todo esse caminho sem percalço e pedir para que a volta se procede-se da mesma forma...Entrou procurou saber com os moradores onde teria uma igreja mais próxima para ir...após andar um pouco, és que ela encontra a igreja. Ao chegar em frente da mesma, coloca seu véu, que não deixava de lhe acompanhar e entra porta a dentro sem fazer barulho. Lá tinha um casal que rezava em silêncio, uma pessoa que rezava a chorar, e ela que vinha com o coração apertado de tanta saudades de casa... viu que o melhor lugar séria num banquinho que tinha próximo ao altar, onde se ajoelhou e começou a fazer suas orações :

"Eu acredito em Jah, o Altíssimo Todo-poderoso,
Criador do Céu e da Terra
Do Inferno e do Paraíso,
Juiz da nossa alma na hora da morte.

E em Aristóteles, seu profeta,
O filho de Nicomaque e de Phaetis,
Enviado para ensinar a sabedoria
E leis divinas do universo aos homens perdidos.

Eu também acredito em Christos,
Nascido de Maria e de Giosep.
Que dedicou sua vida para nos mostrar o caminho do Paraíso.
Assim, depois de ter sofrido sob Pontius,
Ele morreu em martírio para nos salvar.
Entrou para o Sol onde O aguardava Aristóteles à direita do Altíssimo.

Eu acredito na acção divina;
Na Santa Igreja Aristotélica Romana, Una e Indivisível;
Na comunhão dos santos;
Na remissão dos pecados
Na vida eterna.

ÁMEN"

Senhor, obrigada pela tua proteção. Dai-me força para aguentar a saudade que tenho de casa...que tu possa abençoar essa povoação...e que nos leve novamente ao nosso lar na mais perfeita paz.


Como tinha de costume procurou observa onde era o local das doações, quando avistou uma caixinha que tinha perto da saída da igreja. Foi até lá e colocou algumas moedas e saiu porta a fora com o coração mais aliviado...
Khloeh



Após uma longa viagem, Khloeh chega a Chaves e segue na direção da igreja. Ao entrar, dirigi-se para os primeiros bancos, ajoelha e reza agradecendo à Jah pela viagem tranquila e por todos que conheceu.

"Eu acredito em Jah, o Altíssimo Todo-poderoso,
Criador do Céu e da Terra
Do Inferno e do Paraíso,
Juiz da nossa alma na hora da morte.

E em Aristóteles, seu profeta,
O filho de Nicomaque e de Phaetis,
Enviado para ensinar a sabedoria
E leis divinas do universo aos homens perdidos.

Eu também acredito em Christos,
Nascido de Maria e de Giosep.
Que dedicou sua vida para nos mostrar o caminho do Paraíso.
Assim, depois de ter sofrido sob Pontius,
Ele morreu em martírio para nos salvar.
Entrou para o Sol onde O aguardava Aristóteles à direita do Altíssimo.

Eu acredito na acção divina;
Na Santa Igreja Aristotélica Romana, Una e Indivisível;
Na comunhão dos santos;
Na remissão dos pecados
Na vida eterna.
Amém."



_________________
Khloeh Sophie Miranda Carvalho
Baronesa da Fonte Nova, Baronete de Forjas e Metais Incadescentes

"Amar é sofrer um instante de saudade, é sentir um segundo de ciúmes, é viver um momento de paixão..."
Exército Real Português
Gasppare


Era uma Bela Manhã em Chaves, os sinos da Igreja começam a tocar



Gasppare, já de batina e muito alegre, vai em direção à Igreja, onde o povo Aristotélico mais tarde iria ver, que a Igreja local estava voltando a Atividade.

Na porta da Igreja, havia fixado:

Quote:






    Comunicado


    Nós, Gasppare P. Viana, diante de Jah e sob o olhar atento de Aristóteles, na nossa capacidade como Diácono da povoação de Chaves,


    Declaramos e confirmamos a maior e total Responsabilidade para com a Igreja da povoação de Chaves para todas as atividades Eclesiásticas e necessidades da Povoação.


    Ad Majorem Dei Gloriam

    Redigido em Chaves no dia XXV do mês de Maio do ano de graça MCDLXIII de Jah.



    Enviado pelo nosso Arcebispo,
    pelo Conselho Paroquiano
    Gasppare Pio Viana, Diácono de Chaves.






See the RP information <<   <   1, 2, 3, 4, ..., 6, 7, 8   >   >>
Copyright © JDWorks, Corbeaunoir & Elissa Ka | Update notes | Support us | 2008 - 2020
Special thanks to our amazing translators : Dunpeal (EN, PT), Eriti (IT), Azureus (FI)