Afficher le menu
Information and comments (0)
<<   1, 2, 3, 4   >   >>

Info:
Unfortunately no additional information has been added for this RP.

Base Militar do Exército Real Português em Santarém

Fitzwilliamdarcy


O Comandante Local de Santarém Fitzwilliamdarcy, visando o fortalecimento do Regimento de Santarém estabelece a Base Militar do Exército Real Português na povoação.

O Comandante buscou um lugar para estabelecer a base. Com ajuda de seus servos, Barrois e Bertuccio, ele encontrou o lugar perfeito. Um castelo que ficava entre o porto e a entrada da cidade. Um lugar alto e com torres também altas. Do topo era possível ver o Mercado da povoação, a Casa do Povo de Satarém, como também a Igreja e todo o entorno da cidade.

Comandante ordenou que fossem construídos muros entorno do castelo, com torres de tamanho médio nos cantos do grande e espesso muro. Além de um fosso ao redor e uma passarela para se chegar ao portão principal.

Dentro dos muros havia bastante espaço, um pequeno estábulo, quatro pátios que serviriam para integração, treinamentos físicos diários e apresentações, torres ao redor deles, que serviriam para salas e gabinetes. Muitos quartos para receber os militares de fora, além de salões de recepção, dormitório para os soldados, cozinha, uma modesta biblioteca com lugares para estudo e compartimentos secretos.

O Comandante ficou atento a reforma e as construções, sempre fiscalizando e deixando tudo na mais perfeita ordem.





Ao encerrar das obras o Comandante afixou nos portões principais informações.

Citation:


O Exército Real Português

O Exército Real Português é atualmente a Instituição Militar Oficial do Reino e atualmente, única Instituição de infantaria e cavalaria reconhecida pela Coroa e pertencente às Forças Armadas de Portugal. Sob o lema "Em Perigos e Guerras Esforçados", o Exército Real Português cresceu dentro do Reino e hoje procura manter a defesa de todas as povoações.
Sua missão é proteger o Reino e seu Monarca a todo o custo, mantendo a ordem e a ajudando Portugal a progredir. O Exército Real Português está presente em todos os momentos de conflitos e tem como grande base a realidade, ou seja, sua luta diária pela proteção do reino.
No ERP, o militar encontra amigos, companheiros para toda uma vida, consegue apoio para evoluir junto com a vasta gama de Profissionais na Ala das Oficinas, diverte-se e partilha suas histórias nas tavernas é guiado espiritualmente em nossa Capela Militar, é treinado para ser um guerreiro na Academia Militar e ainda, recebe insígnias para mostrar sua posição ao Reino junto a heráldica Militar.


Ser um militar

Ser militar, pertencer ao Exército Real Português é uma filosofia de vida. O ERP é a força da nossa povoação, do nosso condado e do nosso reino. O que ele representa? A união dos cidadãos.
O ERP é uma organização MILITAR que luta pela paz no Reino de Portugal. Sendo membro do ERP, você poderá participar da brigada defensiva, ou seja: doa-se um dia por semana para a defesa da povoação.
Dentro do ERP há várias patentes e uma hierarquia, sendo que você pode um dia chegar a uma alta patente. Isso tudo enriquece e ajuda a dar sentido a sua vida.
No Exército ganha-se coragem, espírito de grupo, ambição, espírito de sacrifício, grandes amizades e acima de tudo ganha-se amor pelo Reino que defendemos.



O Quartel General do Exército Real Português

O Quartel General do Exército Real Português é o Castelo de São Jorge, onde fica a principal estrutura física do ERP.

_________________
Fitzwilliamdarcy


O comandante Fitzwilliamdarcy senta-se em seu gabinete e passa a tarde a redigir cartas ao seus comandados, aos presentes na povoação e ao que estão fora também. Ele prepara prepara os relatórios e organiza os arquivos que tem de passar para o seu Comandante, o Brigadeiro General Tucunare.

Então envia o sr. Bertuccio as cartas e os documentos que os soldados do regimento devem preencher e devolve-los ao próprio sr. Bertuccio, que trará tudo para o Comandante Fitzwilliamdarcy.

Pede ao sr. Barrois que envie cartas também pedindo aos soldados que compareçam a Base Militar do Exército Real Português para se apresentarem no pátio principal, onde ficam as bandeiras, hasteadas, do Reino de Portugal, do Condado de Lisboa e da Cidade de Santarém com o símbolo do regimento, todos em formação para inspeção do comandante local, às 16:00 horas do dia seguinte.

Às 16:00 horas do dia seguintes o Comandante Local chega até o pátio e encontra os soldados alinhados.

- ATENÇÃO! SENTIDO! ALINHAR FILEIRAS!! DESCANSAR!

Os soldados iam de forma perfeita alinhado-se e organizando-se de acordo com o mando do comandante. Ao estarem alinhado e em posição de descansar atentaram-se ao o que Comandante iria dizer.

- BOAS SENHORES! EU OS CONVOQUEI AQUI PARA MAIS UMA INSPEÇÃO. TODOS DEVEM APRESENTAR-SE DIARIAMENTE NO CASTELO DE SÃO JORGE! SABEM QUE SEMPRE QUE DEFENDEREM A POVOAÇÃO DEVEM REPORTAR VOSSOS RELATÓRIOS!

Todos ouviam atentamente ao o que o comandante pronunciava, como sempre ele falava do dia-a-dia do regimento e cobrava os deveres dos soldados.

- AGORA, DE UM POR UM DEEM UM PASSO A FRENTE E DIGAM VOSSOS NOMES, PATENTES E SE QUISEREM PRONUNCIAR ALGO MAIS QUE SEJA IMPORTANTE PARA TI OU PARA O REGIMENTO PRONUNCIA-TE, CASO SEJA PESSOAL OU DÚVIDA SOBRE O PROCEDIMENTO DIÁRIO DESTE REGIMENTO PODES TER COMIGO NO GABINETE, RESOLVEMOS A SÓS! VAMOS!QUEM SERÁ O PRIMEIRO?

Pôs-se a ouvir os soldados que iam de um por vez dando um passo a frente e dizendo o que pedira o comandante.

_________________
Franciko


Franciko entra na Base Militar do Exército Real Português e repentinamente um sentimento aflora-lhe na barriga, parecem borboletas, um sentimento que o move nesta honra de servir o Exercito Real Português em prol do Reino.

Franciko aproxima-se do seu comandante Fitzwilliamdarcy e cumprimenta-o, aproveita para felicita-lo pela criação da Base militar, louvando a iniciativa que a seu ver contribuirá, e muito, para a prossecução dos objectivo do ERP.

A Base militar a seu ver ostenta desde logo pela sua criação, a intenção daqueles que integram o ERP em lutar com unhas e dentes para que os interesses do reino sejam uma prioridade em detrimento dos interesses pessoais.


Franciko integrado na formatura do seu comandante, a partir da sua posição de sentido dá um passo em frente e por intermédio de um continência pede autorização ao seu comandante para se apresentar. Posto isto, dá inicio à sua apresentação:

-Apresenta-se o Almocacém Franciko, escalabitano de nascença e recém ingressado no Exército Real Português, dispondo de total disponíbilidade para servir o ERP em prol da perseverança do povo escalabitano e do Reino, mesmo com o sacrifício da própria vida.


Após se apresentar ao seu comandante pede-lhe licença para se retirar e integrar de novo na formatura.

_________________
Heloysa


Heloysa estava em seu campo preparando-o para o cultivo, quando escuta um chamado vindo de sua residência.

Segue para lá, e encontra o Sr. Bertuccio com uma mensagem em sua mão. Heloysa o cumprimenta e fala:

- Bons dias, Sr. Bertuccio! O que o trás por estas bandas?

- Vim a mando do Comandante Local do Exército Real Português, lhe trazer esta carta. - Responde o Sr. Bertuccio.

Heloysa recebe a carta, e ao ler vê que se trata de um formulário do Exército Real Português para ser preenchido e devolvido ao Comandante Local pelo Sr. Bertuccio.

Enquanto preenche o formulário, chega o Sr. Barrois trazendo um mensagem. Heloysa o vê e o cumprimenta:

- Bons dias, Sr. Barrois! O que o trás por estas bandas?

- O Comandante Local mandou-me entregar estas mensagens a todos os recrutas do Quartel de Santarém. Aqui está a sua. – Fala o Sr. Barrois.

Heloysa recebe a carta, ao ler vê que é para ser apresentar no Quartel de Santarém às 16h.

- Agradecida, Sr. Barrois. Informe que ao Comandante que estarei presente. – Responde Heloysa, já se despedindo do Sr. Barrois.

Ao terminar o formulário, entrega ao Sr. Bertuccio.

- Aqui está o formulário preenchido. – Fala Heloysa e despedindo-se do Sr.Bertuccio.

Heloysa segue para seu campo, afim de terminar o cultivo do trigo a tempo de se apresentar no Quartel de Santarém.

Próximo das 16h, Heloysa chega ao Quartel e dirigi-se para o pátio, onde alguns recrutas já se encontram. Vê um amigo e o cumprimenta:

- Boas, Franciko! Que bom vê-lo. – Sorri Heloysa.

- Boas, Heloysa! É bom vê-la por aqui também. – Sorrir Franciko.

Mal termina Franciko de falar, o Comandante Fitzwilliamdarcy chega ao pátio e diz:

- ATENÇÃO! SENTIDO! ALINHAR FILHEIRAS! DESCANSAR!

O Comandante Fitzwilliamdarcy, passa a nos informar o motivo desta convocação e no final solicita que cada um se apresente. Após a apresentação de Franciko, que foi o primeiro a ser apresentar, Heloysa toma posição e se apresenta dizendo:

- Heloysa Medeiros Gonçalves da Silva, Recruta, Senhor! Me ponho a inteira disposição do Comando de Santarém, para servir o Exército Real Português, e quero seguir os passos de meus pais.

Ao terminar, Heloysa volta para a formação dos recrutas.

Faelnando


Faelnando entra na nova base do exército real português,parabeniza o comandante Fitzwilliandarcy pela nova base em Santarém e logo se apresenta para seu comandante

Sou almoacém Faelnando,novo no ERP,estou disposto a fazer o que for preciso em prol de Portugal e seus habitantes,mesmo que custe minha vida.
Alexandre_torre
O Anadel Alexandre de Atouguia e Torre veste a sua farda de Grande Gala e dirige-se ao Castelo do ERP em Santarém acompanhado por sua esposa tambem ela fardada de Grande Gala.

Chegando ao Castelo cumprimenta todos os Camaradas e vê o flho Faelnando Torre.

:- Filho vieste cedo não esperaste por nós.

Alexandre de Atouguia e Torre bate à porta da sala do Comandante

toc toc
http://pt.audiomicro.com/tracks/dialog/930679

:-entre. ouve-se do lado de dentro

Alexandre Torre abre a porta entra no gabinete perfila-se, faz a saudação Militar e diz:

:- Apresenta-se o Anadel Alexandre de Atouguia e Torre vindo de viajem.

Continua perfilado aguardando ordens do seu Comandante
_________________
Soraia


Soraia entra com o seu marido faz a saudação militar e diz:

- Apresenta-se Soraia Torre .

Aguarda ordens do seu Comandante


_________________

"Aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si, levam um pouco de nós."
Faelnando


Faelnando vê seu pai na sala do comandante e logo vai cumprimenta-lo.

-Ola pai,como foi de viajem?estas bem?
Alexandre_torre



:- Sim filho foi boa a viajem, olha se estiveres já despachado anda dai connosco que temos um Almoço em casa com convidados, SMR é convidado de Honra

_________________
Fitzwilliamdarcy


O Comandante Local com muita alegria é avisado previamente pelo sr. Barrois que Alexandre e sua esposa acabam de cruzar a ponto que da entrada a base.

Quando o sr. Bertuccio abre-lhe a porta.

- Olá! Boas meu amigo! Espero que tenhas feito boa viagem. Como estão, senhor e senhora Torre?

Sejam muito bem vindos de volta! Qualquer dúvida podem contactar-me. O regimento ficará ainda mais forte com vossa presença.

Sorrindo, o sr. Darcy os despede:

A vontade, estão dispensados.[/b]

_________________
Beatrix_algrave


Antes de partir e deixar Santarem, Beatrix montou seu cavalo Desheret e cavalgou pela cidade, passando em frente ao prédio da Base Militar do Exército Real Português em Santarém.

Não havia tempo para entrar, mas de longe ela admirou o imponente forte erigido naquela parte da cidade. Era de fato uma magnífica visão, suas majestosas torres refletidas sobre as águas do rio Tejo.

Após essa visão, Beatrix deixou aquelas paragens e dirigiu-se ao sepulcro de Santa Iria para lá fazer uma prece. Após esses eventos, dirigiu-se ao ponto, em frente ao grande mercado, onde reuniu-se ao grupo de viajantes.

_________________
Kub


Após um grande período afastado Kub retorna para a nova Base Militar do Exercito Português em Santarém.
Vinha acompanhado de seu amigo Tibúrcio um velho sargento do regimento e antes de entrar para admirando a fortificação.

- Belo castelo não senhor?
Pergunta Tibúrcio.

- Verdade um belo local.

Após ver as feições de Kub, Tiburcio arrisca:
- Saudades do Exercito?

-Sim, por mais distante que fiquemos sempre fazemos parte. Mas sem delongas preciso me apresentar.


Segue o sargento pela fortificação até a sala do Comandante.
Ao entrar sorri ao ver seu irmão Fitzwilliandarcy sentado a mesa do Comandante Local. Realiza a saudação militar:

- Anadel Kub se apresentando senhor.


Pensa: de volta a ativa.

_________________
Kub Cabelo Azul

"Levantar e levantar novamente
até cordeiros virarem leões."
Inescastro
Ines castro torre entra na base militar e repara que esta muita gente perto do seu comandante, na formatura.
então lembra-se que ainda não se apresentou.

Inescastro aproxima-se do seu comandante Fitzwilliamdarcy e cumprimenta-o, aproveita para felicita-lo pela criação da Base militar, louvando a iniciativa que a seu ver contribuirá, e muito, para a prossecução dos objectivo do ERP.


Inescastro integra-se na formatura do seu comandante, a partir da sua posição de sentido dá um passo em frente e por intermédio de um continência pede autorização ao seu comandante para se apresentar. Posto isto, dá inicio à sua apresentação:

-Apresenta-se o Inescastro, Portista de nascença mas escalabitana de coraçao, foi esta a ciade que escolhi para viver e ingressada no Exército Real Português, dispondo de total disponíbilidade para servir o ERP em prol da perseverança do povo escalabitano e do Reino, mesmo com o sacrifício da própria vida.
_________________
[img]http://imageshack.us/photo/my-images/855/m092.jpg/[/img]
Fitzwilliamdarcy


No dia 26 de março de 1462 o Comandante Fitzwilliamdarcy em seu gabinete na base do E.R.P., em Santarém, passou seu dia a escrever cartas e documentos, além de preparar e elaborar exames da Academia do E.R.P..

Ele então decide esticar um pouco as pernas, levanta-se vai até a janela principal de sua sala e de lá observa uma Dama a cavalo, pelo seu porte era militar, mas de fato era uma mulher muito graciosa.

Continuando a observar, o Comandante Local avistou o Anadel Kub e o Sargento Tibúrcio caminhando e mesmo de longe era possível notar o quão maravilhado o Anadel estava com o esplendor do Forte.

O Sr. Fitz então volta a seu lugar e espera por seu irmão Kub entrar pela porta e apresentar-se a ele como Soldado Real e militar pertencente ao Regimento de Santarém.

O Sr. Fitz sorrindo recebe ao o Anadel.

Seja bem vindo a ativa Anadel Kub. Logo será passado teus afazeres no regimento. Quaisquer dúvidas podes entrar em contato comigo. Estas dispensado.


No dia 28 o Sr. Fitz encontra-se com a Soldado Ines na base. Após o cumprimentos da Soldado, o Comandante a responde:

Agradeço pelas felicitações, Soldado Ines. Eu a felicito também, fizeste excelentes exames. Juntos somos mais Fortes, obrigado por apresentar-te. Logo trarei novidades a ti. A Coroa, Portugal e o E.R.P., contam contigo!

_________________
Beatrix_algrave


Beatrix mais uma vez se encontrava em Santarém. Viajou até lá para fazer-se presente à cerimônia e à festa de casamento de Dama Inês Castro Torre e o senhor Breft Mello.

Felizmente viajara em excelente companhia, contando com a presença do Comandante Local do ERP em Santarém, o senhor Fitzwilliamdarcy. Dessa vez atendeu ao convite feito e resolveu pousar na Base Militar do Exército Real Português na povoação. Infelizmente, não havia pousada na cidade e da última vez que lá estivera contara apenas com a gentileza e hospitalidade do senhor Kub, ou teria dormido ao relento.

_________________
See the RP information <<   1, 2, 3, 4   >   >>
Copyright © JDWorks, Corbeaunoir & Elissa Ka | Update notes | Support us | 2008 - 2020
Special thanks to our amazing translators : Dunpeal (EN, PT), Eriti (IT), Azureus (FI)