Afficher le menu
Information and comments (0)
<<   1, 2   >   >>

Info:
Unfortunately no additional information has been added for this RP.

[RP] Velho Carvalho

Fitzwilliamdarcy


Entre os pastos e os portões, próximo ao bosque existia uma grande árvore, um frondoso e velho carvalho onde a família praticava esgrima e treinos de combate.
Fitzwilliamdarcy


Após tomar café com sua família o sr. Fitz trabalhou o dia inteiro em sua forja. Às 15:00 porém ele parou os seus trabalhos. Voltou para a casa da família e após lavar-se rapidamente pôs uma roupa leve. Desceu de seu quarto atravessou a sala comunal, desceu ao subsolo onde chegou a sala de armas. Pegou dois escudos e duas espadas, todos de madeira. Colocou-os em um saco, pôs o saco nas costas e saiu dali. Atravessou novamente a sala comunal, alcançou a sala de recepção e finalmente tomou o rumo do velho carvalho.

Ao chagar debaixo da frondosa árvore ele repousou o saco ao pé do carvalho. Sentou-se e passou a meditar. Naquele momento era 15:55. Uma tarde ensolarada e fresca fazia naquele dia.

Não era a primeira vez que ele ensinaria algo para seu filho mais velho, porém era um recomeço. Era um marco e por Rafael estar um jovem formado ele iria exigir mais do rapaz. E assim ficou o sr. Fitz pensando sobre como seria o treino e lembrando de seu pai quando ensinava a ele e a seus irmãos a lutar.
Fitzwilliamdarcy


O sr. Fitz sentado no chão debaixo do velho carvalho esperava pacientemente. Após trinta minutos ele respirou fundo. Percebeu que o garoto falhara. Ficou ali pensando um pouco, com os olhos fechados.

_________________
Beatrix_algrave


Beatrix sabia onde encontrar Fitz naquele horário. O jovem Fael estava com um pouco de coriza e espirrando e ela achou melhor deixá-lo aos cuidados de sua velha amiga Atília que a tranquilizou que não seria nada demais, apenas um leve resfriado. Depois de preparar os chãs que Atília lhe ensinara e deixar Fael descansando, ela pegou uma cesta e colocou dentro algumas frutas e um odre de água fresca. Era uma tarde fresca de primavera e eram comuns os resfriados e alergias que despontavam com o ar cheio de polem. Como ela sabia que Fitz esperaria em vão, resolveu ela mesma ir ao treino. Ela precisava treinar mais, certamente.

Ela vestiu uma roupa adequada, colocou um casaco e uma capa e partiu caminhando. Não demorou para que avistasse Fitz ali mesmo, no velho Carvalho, não muio longe de casa, esperando o filho para o treino.

- Creio que hoje Faelnando não poderá treinar. Podemos treinar os dois se não se importar. Mas não se preocupe, é só um resfriado, mais uns dois dias ele estará bem.

_________________
Fitzwilliamdarcy


O Sr. Fitz ouve a doce voz de sua esposa e com fica atento ao relato sobre a saúde de seu filho. Logo percebe que não é nada grave e fica tranquilo pois sabe que Beatrix é uma mãe muito cuidadosa.

- hmm... Pois bem, querida.

Ele levantou-se com destreza e pegou as espadas de madeira que trouxera em um saco.

- Aqui Srª Henriques. Sua arma.

O Sr. Fitz sorriu aguardou que a Dama se preparasse.

_________________
Beatrix_algrave


Beatrix pega a espada de madeira. Ela sorri e faz uma mesura e se prepara para o combate com o esposo, que agora seria seu adversário no treino.

Indica estar preparada para que iniciem o combate.

_________________
Fitzwilliamdarcy


O Sr. Fitz vendo que Beatrix estava pronta tomou guarda alta. Ele queria ver sua esposa em ação, sorrindo ele disse:

- Vamos querida...

E esperou a iniciativa de Beatrix.

_________________
Beatrix_algrave


Uma vez que a iniciativa de ataque é sua, Beatrix aplica um golpe transversal de direita para tentar romper a guarda alta, com que Fitz inicia o combate. As espadas se chocam fechando a linha do ataque mas Beatrix usa a resistência de Fitz para inclinar a lâmina para trás e quebrar a trava, tocando-o no ombro esquerdo de leve. Ela sai da "trava" e recua em guarda baixa.

- Sua vez, querido.


_________________
Fitzwilliamdarcy


O Sr. Fitz sorriu pois foi um excelente ataque de sua esposa. Ele novamente em guarda alta deu passo a frente, atacou-a com movimentos de cima para baixo, logo em seguida fez movimentos cortantes da direita para esquerda e da esquerda para direita, Beatrix muito leve e rápida esquivava-se e defendia-se bem, fazendo assim com que Fitz intensificasse seus ataques e cada vez com movimentos mais rápidos. O Sr. Fitz defendia-se dos contra-ataques até que por fim conseguiu tocar a cintura de sua esposa.

Ele respira e volta a sua posição inicia com a guarda alta.

- Tão rápida quanto quando nos conhecemos, amor.

_________________
Beatrix_algrave


- Não posso me descuidar, nem você, ainda mais agora que voltamos ao trabalho militar.

Ela comenta e sorri, um pouco ofegante, mas disposta a continuar o treino. Ela retoma a posição de ataque para tentar novamente quebrar a guarda de Fitz, buscando atingi-lo de cima para baixo, e da esquerda para direita. Ele defende os golpes muito bem, e Beatrix recua um pouco, para logo em seguida avançar buscando quebrar-lhe a destra. Ela insiste até encaixar o golpe que toca o braço de Fitz, após romper-lhe a guarda desse modo.

- Vamos treinar desarme?

_________________
Fitzwilliamdarcy


O sr. Fitz respira fundo buscando manter a respiração equilibrada. Ele aceita o convite com aceno de cabeça e diz.

- Tu começas querida. Primeiro as damas.

Ele sabia que Beatrix era muito ágil e gostava de vê-la em ação.

_________________
Beatrix_algrave


Beatrix pegou um par de luvas de couro pois para o desarme, normalmente em um combate real, ela usaria uma manopla. Felizmente, era o caso de treinar mais os movimentos e não a força em si.

Ela ofereceu um par de luvas para Fitz e diante da sugestão dele, ela começou o treino. Fitz deveria atacá-la normalmente e ela deveria provocar uma chave em que conseguisse travar e em seguida derrubar a espada de Fitz com o auxilio da própria espada e de sua mão esquerda enluvada. O desarme era mais fácil de ser feito na defesa do que no ataque, e se valia da ânsia do adversário quando ao golpe, mas poderia ser feito também no ataque, principalmente em manobras que desestabilizem o adversário.

Como a primeira manobra coube a Beatrix, ela tentou manobras que desestabilizassem a guarda de Fitz e que em meio ao desequilíbrio proporcionassem o desarme. Essa técnica no entanto era a mais difícil, e ela só foi ter algum sucesso quando usou a técnica de chave com a luva criando o ponto de inclinação sobre chave. Agora com duas espadas na mão ela disse a Fitz, sorrindo.

- Não foi nada fácil. Se quiser pode tentar em seguida, mas eu creio que preciso de um descanso.

_________________
Fitzwilliamdarcy


Após descansarem alguns momento Fitz convidou sua linda esposa para finalizar o treino. Era a sua vez de desarma-la.

- Vamos, querida. Minha vez.

Ele posicionou-se. Fechou os olhos por alguns segundos enquanto respirava fundo e mentalizava o que iria fazer. Fitz percebendo que Beatrix estava pronta fechou novamente os olhos por alguns segundos e quando os abriu atacou-a.

Ele atacava buscando um único objetivo. Quando as espadas encontraram-se ele fez um rápido movimento, o mesmo que ele mentalizara antes da luta. Com as espadas coladas medindo a força de cada um ele deu um passo a frente para o lado esquerdo dele, fazendo no movimento um giro e ficando assim lado a lado com Beatrix. Num movimento fluido e rápido ele com sua mão esquerda agarra no punho esquerdo de Beatrix e puxa-o com certa força de forma que ela largasse a mão esquerda da espada. Girando o corpo para esquerda e encurvando-se e assim imobilizando o braço direito de sua esposa. Ela encurvara-se um pouco devido ao movimento de imobilização.

Ele então soltando a própria espada e em seguida a da mão dela volta o movimento que fizeram, mas desta vez ao invés de ficar ao lado da ruiva fica de frente. Respirando ofegante devido o treino ele olha nos olhos de sua esposa e diz:

- Queres casar-te comigo novamente? Casaria contigo todos os dias.

Sorri ofegante.

_________________
Beatrix_algrave


Beatrix fora surpreendida pela rapidez do desarme de Fitz, Ela ergue o corpo ligeiramente inclinado já sem a espada em mãos. Sorri diante da pergunta de Fitz e responde com um ar divertido no olhar.

- É melhor continuar casada contigo, afinal, assim, nem um nem o outro corre o risco de se deparar com um adversário tão mortal. Amo-te meu querido. Queria treinar um pouco mais só que agora percebo que o tempo passou rápido, já começa a anoitecer. Vamos voltar?


_________________
Fitzwilliamdarcy


Fitz sorri para Beatrix e não pode esconder a felicidade em seu olhar.

- Claro. Vamos voltar. De fato já está tarde.

Ele recolhe as armas e aparatos de treino. Pega na mão de sua amada e caminha com ela lentamente rumo a casa dos Henriques. Recuperando o fôlego e relaxando a musculatura tão exigida no treino.

_________________
See the RP information <<   1, 2   >   >>
Copyright © JDWorks, Corbeaunoir & Elissa Ka | Update notes | Support us | 2008 - 2020
Special thanks to our amazing translators : Dunpeal (EN, PT), Eriti (IT), Azureus (FI)