Afficher le menu
Information and comments (0)
<<   1, 2   >   >>

Info:
Unfortunately no additional information has been added for this RP.

[RP] Batismo de Vicenzo

Beatrix_algrave


Naquela bela manhã de domingo, os sinos da Catedral da Sé de Braga começaram a tocar anunciando que se realizaria uma cerimónia de Batismo.



A primeira arquidiaconisa chegou em seu coche e dirigiu-se até a sacristia, para conferir se todos os preparativos para a cerimónia estavam a contento, conforme ela havia solicitado. Os funcionários da Sé terminavam os últimos detalhes da decoração com flores amarelas e brancas.

Após se paramentar, Beatrix aproximou-se do altar para aguardar a chegada do baptizando, o senhor Leopoldo Vicenzo Montenegro Viana (Vicenzo) e os seus padrinhos, Sua Alteza Vivian Lara Viana e o honorável Dom Balyan de Castro Montenegro.



Dá-se algum tempo para que os convidados e outros populares se possam instalar para a cerimónia,incluindo o baptizando... MÍNIMO DE 2 PESSOAS

_________________
Vicenzo


Os sinos acompanharam a saída de Vicenzo da estalagem onde estava hospedado. Próxima à Sé, ele havia decidido percorrer a distancia que as separavam a pé. Usava suas roupas comuns, calças escuras e camisa avermelhada, e levava nos braços um pacote de tecido pardusco atado com cordéis.

Chegou na sé antes que o último repique tocasse no alto da torre no momento em que um coche deixava a frente da catedral. Temendo que já fosse algum dos convidados ou mesmo algum dos seus primos que já houvesse chegado, Vicenzo apertou o passo e galgou os últimos metros até a entrada. Respirou aliviado ao ver que apenas os funcionários da Sé ocupavam o interior, decorando a catedral com flores amarelas e brancas. Viu ao outro extremo a primeira arquidiaconisa, e se dirigiu até ela.

Bom dia Senhora Beatrix
- ele disse fazendo uma vênia. - Há algum lugar onde eu possa me trocar? Como vim caminhando não queria que a roupa ficasse empoeirada. - ele concluiu indicando o pacote que carregava.

Após receber as indicações da primeira arquidiaconisa, ele agradeceu e se dirigiu ao local indicado e trocou de roupa. Vestindo a túnica branca que lhe chegava aos tornozelos, lisa e sem adornos, que havia trazido embrulhada no pacote, ele retornou à sacristia e aguardou a que os seus padrinhos chegassem.
Beatrix_algrave


Beatrix cumprimenta o senhor Vicenzo.

- Bom dia, senhor Vicenzo. Espero que sua estada em Braga esteja agradável.

Após indicá-lo onde pode trocar-se, ela fica no aguardo dos padrinhos para iniciar a cerimónia. Como de praxe ela pediu para prepararem um buquê de flores ao baptizando.

_________________
Vivian


Vivian tinha dormido poucas horas na hospedaria, visto que tinha passado a madrugada viajando para Braga. Mas, mesmo assim, tinha acordado com boa disposição e não poderia ser diferente, já que seria madrinha por mais uma vez e isso a deixava bem ansiosa.

Ela ajeitou-se decentemente com um novo vestido branco e verde que havia comprado de Nicollielo e, como sentia fome, teve que tomar o pequeno almoço antes de sair. Felizmente, ela ainda tinha cerca de meia hora até o horário da celebração, ela pôde fazer tudo com calma. Comeu um pedaço de pão quentinho com geleia de figo, tomou um copo de leite e mordiscou as frutas locais. Na companhia de Balyan, entrou no coche e seguiu para a Sé.

Assim que chegou no interior da igreja, sentiu o perfume das flores que decoravam o local harmoniosamente e caminhou de braço dado ao seu amado até alcançar um dos bancos próximos ao altar. Ali se encontravam a arquidiaconisa Beatrix e um jovem que já lhe era familiar: o primo Vicenzo.

Ela se aproximou e disse:

- Bons dias! Que bela manhã temos hoje!

Em seguida, virou-se para o rapaz e prosseguiu:

- Primo Vicenzo, é um prazer em revê-lo! Como foi a viagem?

_________________

♛ Royal Princess of Portugal - Countess of Porto - Baroness of Póvoa de Varzim ♛
Vicenzo


Vicenzo estava junto da arquidiaconisa quando escutou a conhecida voz de sua prima e futura madrinha.

- Bom dia minha prima.
- ele disse contendo a animação. - Realmente não poderia ter pedido um dia melhor para hoje. A viagem foi tranquila, graças ao Altíssimo. E a vossa minha prima?- Após uma breve pausa se dirigiu ao primo. - Primo Balyan que grande prazer finalmente conhecê-lo pessoalmente. Fizeste boa viagem?
Balyan


Balyan se arrumou todo e, ansioso, foi tomar o pequeno almoço. Na companhia de Vivian, olhou-a degustar pão com geléia de figo e fez cara de repulsa: ele odiava aquela fruta e não suportava nem sequer o cheiro daquilo. Ele ficou a imaginar como ela podia gostar de figo. Entretanto, continuou o seu desjejum e tão logo terminou, foi para a Catedral de Braga acompanhado da sua loira.

Assim que chegou, sentiu o cheiro intenso a flores dentro da igreja e ficou levemente tonto. Ele prendeu a respiração por breves segundos e respirou mais pausadamente para se acostumar. Não que ele não gostasse de flores, mas Balyan ainda tinha a visão da geléia de figo em sua mente e aquilo havia revirado-lhe o estômago.

Caminhou ao lado de Vivian até os bancos próximos ao altar, onde avistou Dama Beatrix e um rapaz que, mesmo sem conhecer, só poderia ser o Vicenzo.

Meio atrapalhado responde ao jovem:

- Olá, primo Vicenzo! O prazer é todo meu. A viagem correu bem graças a Jah. - e pensou - Já o pequeno almoço…

Acordando de seus pensamentos diz para o jovem:

- Então, caro Vicenzo, preparado para o grande dia?

_________________
Auditus Rugitus
Vicenzo


Vicenzo ficou feliz ao ouvir que a viagem dos primos correu tranquila, esboçando um sorriso quando disse. - Que bom meu primo. Fico contente que a viagem tenha corrido bem. Quanto a hoje confesso que estou um pouco nervoso, mas tendo-os aqui comigo já me tranquilizo bastante.

Ficou então conversando de outras amenidades com os primos até que a cerimônia propriamente dita tivesse inicio.
Beatrix_algrave


Uma vez que todos estão presentes, Beatrix paramentou-se e se aproximou do altar para dar início à cerimónia.

A Arquidiaconisa chamou a atenção dos presentes para o início do baptismo.

- Caros fieis! Estamos hoje aqui reunidos para ministrar o sagrado sacramento do baptismo de Leopoldo Vicenzo Montenegro Viana. Com o sacramento do baptismo o crente junta-se à grande família de Jah, tornando-se irmão dos demais fieis, no espírito da amizade aristotélica. Abandona o mundo meramente material e inicia a viagem para o mundo das Ideias, iluminado pelos ensinamentos de Aristóteles, e entreabrindo as portas do Paraíso, pelo poder da sua Fé.

Beatrix achegou-se à Pia Baptismal e pediu a Vicenzo e aos padrinho que fizessem o mesmo. Ela dirigiu-se então aos padrinhos

- Vivian Lara Viana e Balyan de Castro Montenegro, desejam ser testemunhas desta cerimónia, perante Jah, os profetas e os santos e juram pela sanidade desta pobre alma?


OOC: Os padrinhos respondem cada um:
Code:
[rp][b]Sim, sou testemunha desta ovelha.[/b][/rp]

_________________
Balyan


Balyan ouve atentamente a Arquidiaconisa e diz com toda a clareza:

- Sim, sou testemunha desta ovelha.

_________________
Auditus Rugitus
Vivian


Depois de conversar com o primo para passar o tempo, Vivian observou a Arquidiaconisa se aproximar do altar para começar a cerimônia.

Ao lado de Balyan, ela se aproximou da pia batismal e respondeu:

- Sim, sou testemunha dessa ovelha.

_________________

♛ Royal Princess of Portugal - Countess of Porto - Baroness of Póvoa de Varzim ♛
Beatrix_algrave


Então Beatrix iniciou o sermão do baptismo lendo um excerto da obra “Ética de Nicomaque” que era uma passagem tradicional lida nas cerimónias:


Quote:
A amizade é a coisa mais necessária para viver. Porque sem amigos, ninguém escolheria viver, mesmo tendo todos os outros bens. É na pobreza assim como na desgraça, os homens pensam que os amigos são o único refúgio. A amizade também é um auxílio para os jovens porque lhes guarda do erro; para os velhos, lhes afiança os cuidados e a ajuda que sua falta de actividade e fraqueza trazem consigo; e para aqueles que estão na sua idade culminante, lhes incentiva a professar acções nobres, porque se torna mais capaz para pensar e actuar.


Essas palavras que eram ligadas à importância da amizade aristotélica, uma vez que a cerimónia do baptismo simbolizava a entrada do fiel em plena comunidade aristotélica, onde vivenciaria essa preciosa amizade. Em seguida, Beatrix disse:

- Que a palavra de Aristóteles te guie e a revelação te ilumine!


OOC: Os fieis dizem:
Code:
[rp][b]Amén.[/b][/rp]

_________________




Balyan


Ao lado de Vivian,Balyan diz:

- Amén.

_________________
Auditus Rugitus
Beatrix_algrave


Após a pregação, Beatrix dirigiu-se ao baptizando.

- Leopoldo Vicenzo Montenegro Viana, reconheces a Jah como o motor do mundo, o pensamento supremo e a causa eficiente e final do mundo?


----------------------------------------------------

O Baptizando
Code:
[rp][b]Sim, eu reconheço.[/b][/rp]


_________________

Vicenzo


Com o inicio da cerimonia, Leopoldo ficou diante da Pia Batismal junto a seus padrinhos, escutava em silêncio as palavras da arquidiaconisa enquanto mantinha os olhos fixos no espelho d'água da pia.

Naquela visão parecia que toda sua ansiedade se esvaia na calma daquela água lavada pelas palavras da arquidiaconisa.

Quando ela o chamou, suas palavra pareciam lhe alcançar em meio a um transe.

Sim, eu reconheço. - ele disse finalmente tirando os olhos da pia e endereçando seu olhar para a arquidiaconisa.
Beatrix_algrave


Após obter a resposta do primeiro voto, a arquidiaconisa continuou a cerimónia, com mais um voto. O faz olhando nos olhos do baptizando, buscando toda a sua atenção, pela seriedade e importância daquelas perguntas que traziam os votos dos ingressantes na comunidade aristotélica, era algo profundo e maior que meras palavras.

- Reconheces a Santa Igreja Aristotélica como tua guia no conhecimento de Jah, e juras permanecer-lhe fiel assim como a seu pontífice, o Papa, e reconheces a Igreja Aristotélica como única representante do Ser Divino na Terra?

Ela disse e aguardou.

_________________
See the RP information <<   1, 2   >   >>
Copyright © JDWorks, Corbeaunoir & Elissa Ka | Update notes | Support us | 2008 - 2020
Special thanks to our amazing translators : Dunpeal (EN, PT), Eriti (IT), Azureus (FI)