Afficher le menu
Information and comments (0)
<<   1, 2, 3, ..., 7, 8, 9   >   >>

Info:
Unfortunately no additional information has been added for this RP.

[RP] Coroação Real de Marih Beatrice Viana Camões

Arturrebelo





Os sinos da catedral do reino estavam a repicar já há algum tempo, quando o Primaz de Portugal chegou ao recinto daquela casa do Altíssimo. Rapidamente alguns cidadãos se começavam a aproximar, e portanto Artur dirigiu-se para o interior, para a sacristia, para ultimar os preparativos de forma a posteriormente dar início à coroação real.

Naquele momento em que o Primaz se fazia desaparecer para o interior da sacristia, alguns acólitos abriram as enormes portas da catedral, para deixar os fiéis entrar para assistir à cerimônia.


[OS JOGADORES PODERÃO CONDUZIR, AGORA, OS SEUS PERSONAGENS ATÉ AO INTERIOR DA CATEDRAL E AGUARDAR O INÍCIO DA COROAÇÃO]

_________________

Arcebispo de Lisboa
Primaz de Portugal
Burzum


Burzum aguardava fora da catedral comtemplando o tamanho e imponência da mesma,nunca tinha visto algo igual e isso deixou-o completamente maravilhado, derepente ouve sinos a tocar e nota na multidão a dirgir-se para dentro da catedral apressando-se a entrar também.
Ao entrar Burzum repara em todos os quadros e pinturas presentes , uma imensa arte que o deixou estupefacto,jamais estivéra na presença de algo tão rico e tão cheio de vida, estava simplesmente a adorar cada momento.


-Alguem sabe quando vai apareçer a Rainha?.perguntou ele claramente não acustumado a este tipo de cerimónia

A unica resposta que obteve foi vários olhares como quem diz "A Rainha aparçerá quando estiver pronta"
Burzum decide sentar-se num dos longos bancos que se encontravam naquela sala aguardando pela chegada da Rainha


- Só espero que a Rainha venha rápido. Pensou

- Estou ansioso para ver como se coroa um Rei e ainda mais ansioso para o banquete real.diz baixinho babando-se
Beatrix_algrave


Beatrix chegara cedo à catedral real, queria ter certeza que tudo estaria preparado para a coroação da rainha Marih naquela bela manhã de abril.

Ela entrou na suntuosa catedral e ajoelhou-se um instante para uma prece. Em seguida levantou-se e cumprimentou o primaz e aqueles que afluíam ao local. Era ainda muito cedo e aos poucos os convidados iam chegando.

A decoração da catedral fora feita conforme o solicitado, de maneira simples mas elegante com diversos arranjos de flores ao longo da nave da catedral que além de decorarem, deixavam a igreja com um perfume agradável, naquele espaço sagrado.
Algumas pétalas de rosa foram espalhadas pelo chão, sobre o tapete que se estendia da entrada até o altar.

Após certificar-se que tudo estava de acordo, ela retirou-se dali para o castelo real, para ver se estava tudo a contento, e se não faltava nenhum detalhe em relação à preparação da rainha.

Enquanto isso, os convidados iam chegando, alguns em carruagens, coches, charretes, e outros em cavalos e alguns mesmo a pé.

_________________
Sirman


Sirman, perdido no tempo como habitual, pensara que chegava atrasado para a cerimónia da Sua Majestade Real.
Chegou à Catedral do Reino, olhando para todo o lado sem ver ninguém pensando que já terminara a cerimónia então decide entrar e repara no seu amigo Burzum.
Sirman chega perto de Burzum e sentasse ao seu lado.


- Ora boas meu caro amigo, estou ansioso para a cerimónia e tu? Perguntou Sirman a Burzum murmurando

Sirman decide benzer-se e ficar calado esperando que a cerimónia começasse.

_________________
Imaculada


A Princesa de Portugal chegara à coroação de Sua Majestade e amiga, desceu da sua carruagem e entra na Catedral do Reino onde à pouco tempo tinha sido coroada condessa.

Dirige-se para os primeiros bancos da frente destinados à realeza e espera pelo inicio da cerimónia, acenando para os súbditos que já tinham entrado.
Clarie


Após uma viagem cansativa, Clarie juntamente com o seu noivo Markus e sua grande amiga Talita, chegam a Catedral, para a cerimônia de Coroação de sua mãe.
Descendo da carruagem, observa que poucas pessoas já tinham chegado, sem dar a minima pra as pessoas presentes.

Entra na Catedral.... respira fundo, numa tentativa de ter paciência e calma para aguentar aquela tediosa coroação. Senta-se no fundo e espera a chatice começar.

_________________

Buy a cat so you can take care of the seven lives of it, and forget mine
Komili
o sobrinho da rainha chega pra coroação da sua tia muito feliz chega para catredal
Talitasx


Talita chega a catedral deslumbrando a beleza do local, acompanhada por sua amiga Clarie e seu amigo Markus. Por um breve instante se lembra de quando conheceu Marih... Ela ainda era princesa real, pensa em sua trajetória para chegar onde chegou, e nota que dessa vida cada um recebe exatamente o que planta. Alguns lutam por uma vida melhor, enquanto outros escolhem morrer pela política de pão e circo que criticou a vida inteira.

O vento que passa pelo rosto de Talita a faz lembra que o tempo passa e em cada degrau que pisa, sorri mais, pois sabe que o a vida longa da Rainha não vai durar muito, assim como as pétalas de rosas que enfeitam o local.

Com a esperança de dias melhores senta nos bancos do fundo, apenas para observar contente a Rainha entrar junto com a Morte que a acompanha. Um papel cai da bíblia de Talita, e ela consegue ler “Aos vencedores as batatas”.
Cissinha


Cissinha chega a catedral acompanhada de sua grande amiga Talita logo após uma longa viagem, senta-se e aguarda o banquete real, e claro, a coroação.

_________________
Chronnos
Acompanhado de seu servo/amigo Perseu e de sua família, o Corregedor-mor chega à Catedral do Reino trajando vestes em branco e dourado.

Visivelmente animado, o Condestável de Coimbra toma um dos lugares junto com Charlote e seus pais.

_________________
Markus_allexander


Markus chega a catedral acompanhado de sua noiva Clarie, de sua amiga Talita e pelo cansaço entediante da carruagem que insistia em nunca chegar naquele lugar. Ante de adentrar ao local ficou por alguns segundos estático apreciando seu próprio pensamento de nunca conseguir compreender o real sentido de se amontoar simetricamente tanta pedra em um único local pra dizer que ali era a casa de alguém que nunca havia visto. E como aquilo não vinha ao caso da sua presença por ali, resolveu entrar lentamente pela pequena escadaria e ir ao encontro das duas mulheres que o acompanhava... (no trajeto observou com certo gosto a arrumação do local – adorava aquele silêncio existente nesses locais, bem ou mal mantinha as pessoas de boca fechada ou as obrigava a falar baixo – um sorriso fino e irônico surgiu no seu rosto quando olhara o interior do local de um canto a outro, certamente estava pensando em algo mais útil pra tanto ouro estagnado ali pra nada.).

_________________
Doramaria


Doramaria fazia companhia ao seu primaz na sacristia. Era a primeira vez que vestia uns aparos tão ricos e dorados.

Irmão Artur, qual a parte da frente?

Rindo para si mesma estava achando a experiência interessante.
Celestis_pallas


Celestis estava bastante empolgada para a coroação de sua tia Marih. Tinha combinado com seu amado que talvez não fosse o evento mais oportuno para revelar à sociedade acerca de seu relacionamento, bem como, seus planos de casamento. Mas se o jovem fosse ousado o bastante, ela não se oporia.

Uma vez decidido que iria sozinha, alugou um belo coche, o mais oneroso, a fim de garantir-lhe melhor conforto, afinal, não ficaria nada bem chegar á catedral descabelada. A tranca da porta da condução era um convite para respirar os ares reais, mas era tão dourada e bela que Celly quase não tinha coragem para descer.

- Senhorita, chegamos.

Até o cocheiro é bonito, pensou. Mas uma hora precisava descer. Ganhou fôlego, despediu-se com o olhar e desceu. Antes que colocasse seus sapatos brancos sobre aquela lama toda, o cocheiro precipitou-se com um pequeno tapete. Celestis então deu-lhe a mão nua, dessa vez sem luvas, a agradecê-lo formalmente.

Sem perceber, o cordão que mergulhava em seu decote saltou, a revelar um pequeno círculo dourado, muito semelhante a um anel.

- Tu não vistes nada - disse Celestis - mas toma cá umas moedas para que fiques ainda mais em dúvida, o que pensas?

Com um sorriso no canto dos lábios, o garboso cocheiro partiu, a tomar muito cuidado para que a poeira não levantasse e maculasse o belíssimo vestido da sobrinha da rainha....

http://i596.photobucket.com/albums/tt41/Miss_Bat/Celly%20coroaccedilatildeo_zps0gxry6wa.png

...era azul claro, muito claro. Tons róseos enfeitavam o decote e a barra. Fios de prata davam conta de enfeitá-lo com detalhes rococós. O detalhe ousado estava nas mangas, que pendiam já a partir dos cotovelos num véu cor-de-rosa. Celestis não podia arrastá-las pelo chão, então adentrou a igreja bastante altiva, com a imponência de quem tinha realmente parentesco com a realeza.

Não avistou nenhum banco, nenhuma pessoa. Apenas dirigiu-se aos primeiros bancos e sentou-se. Em momento oportuno, olharia para trás, com a certeza de que uma aparentada alcovitaria de forma maldosa sobre seus trajes. Então Celestis sorriria de volta, a dissimular simpatia. Era assim que tratava essa gente. Quanto aos amigos e verdadeiros parentes, certamente teria com eles tão logo pudesse, pois devia muito a eles pelo o que era e pelo o que haveria de ser.

_________________
Imaculada


A Princesa que estava com um olho sempre para os bancos da trás reparou que o Corregedor-Mor tinha entrado e sorriu-lhe, acenando à popualação que começara a entrar na Cetedral.

Ao virar-se para a frente vê a sobrinha da Rainha, a sentar-se num dos bancos ao lado, sorriu-lhe e inclinou-se para lhe tentar falar.

- Celestis, pode vir para o meu lado se assim o desejar, certamente a Rainha não se importará, e daqui consegue ver toda a coroação muito melhor.
Brunobrasil


Bruno Brasil Almeida Muniz chega a Catedral do Reino e cumprimenta Sua Alteza Real, Princesa Imaculada com uma vênia e em seguida cumprimenta a todos os presentes neste importante dia para Portugal.

"Espero que Portugal apoie a nossa Rainha para que ela possa enfim unir os Condados. Que a Coroa conte com o meu apoio. Minha espada é a Vossa espada". Diz à Princesa.

_________________
See the RP information <<   1, 2, 3, ..., 7, 8, 9   >   >>
Copyright © JDWorks, Corbeaunoir & Elissa Ka | Update notes | Support us | 2008 - 2020
Special thanks to our amazing translators : Dunpeal (EN, PT), Eriti (IT), Azureus (FI)